Hospital de Campanha de Santa Cruz do Capibaribe inicia funcionamento


O Hospital de Campanha montando na Escola Municipal Professora Maria do Socorro Aragão Florêncio, no loteamento Polis Pacas em Santa Cruz do Capibaribe, começou a funcionar nesta sexta-feira (01).

A unidade exclusiva para atender pacientes com a Covid-19, conta com 49 leitos divididos entre as classificações (sala verde, sala amarela e sala vermelha), e conta com sete respiradores instalados na unidade, sendo 4 respiradores à disposição da sala vermelha e mais três divididos nas salas verde e amarela.

Em sua estrutura, o Hospital ainda conta com monitores multiparâmetros, cardioversor, desfibrilador automático externo e aspirador. A equipe tem dois médicos plantonistas, cinco enfermeiros, quatro técnicos de enfermagem, 4 auxiliares de farmácia, oito porteiros e maqueiros, quatro recepcionistas, oito copeiros e auxiliares de serviços gerais, além de um diretor administrativo, assistente e coordenador de enfermagem.


Para a unidade ainda foram disponibilizadas duas novas ambulâncias que farão o deslocamento dos pacientes. Vale frisar que os atendimentos neste Hospital, ocorrerão através de encaminhamentos da UPA 24 horas (Unidade de Pronto Atendimento), que será a porta de entrada neste combate à pandemia.

O prefeito Edson Vieira falou na inauguração e afirmou que torce para que a unidade não precise ser utilizada. “Fizemos nossa parte ao instalar este Hospital de Campanha, torço para que nem seja utilizado, que esse vírus não fuja do nosso controle. Preparamos uma estrutura e equipe qualificada, para caso seja necessário, receber os pacientes”, ressaltou.

Para a secretária de Saúde Pollyane Siqueira, a unidade será o maior desafio enfrentado pelo município. “Preparamos este espaço para receber os casos confirmados de Coronavírus e que necessitem de cuidados especiais dos médicos e enfermeiros. Será um grande desafio que vamos superar juntos”, falou.

O Hospital de Campanha não terá acesso de nenhuma pessoa a não ser os profissionais da saúde que estão atuando no local. Familiares serão informados sobre os boletins diários dos pacientes na recepção.

A inauguração deste hospital de Campanha contou com apresentação da Sociedade Musical Novo Século, que homenageou os profissionais da saúde e em seguida, o pastor da I Igreja Vale da Benção, Bruno César, e o padre Márcio da Igreja Católica, realizaram suas benções para os profissionais e todo espaço.


Reforço – O Hospital de Campanha não vai funcionar como um pronto-socorro. As pessoas que apresentarem sintomas semelhantes à Covid-19, devem procurar primeiro a UPA 24 Horas, e após avaliação médica, será realizado o encaminhamento para a unidade. A UPA também está com a oferta de 25 leitos para internamento. Os atendimentos de urgência e emergência que antes eram na UPA, agora acontecem no Hospital Municipal Raymundo Francelino Aragão.

Balanço do Covid-19 – Ao todo, 25 casos foram notificados, sendo que 12 estão em investigação, 5 confirmados, oito descartados e nenhum óbito registrado. Todos os cinco pacientes confirmados estão sendo monitorados e apresentam boa evolução clínica.

Postar um comentário

0 Comentários