Lavatórios instalados em Santa Cruz custaram R$ 2.200 a mais, cada unidade, do que os de uma cidade da Paraíba


A Prefeitura de Santa Cruz do Capibaribe, no estado de Pernambuco, fez instalação de lavatórios portáteis em locais públicos para higienização das mãos como medida de combate ao Coronavírus (Covid-19). Os equipamentos foram adquiridos da empresa Alpha Comunicação Visual - ME, através de dispensa de licitação e tiveram o custo de R$ 2.500,00 por unidade. Ao todo, a prefeitura adquiriu 20 unidades a um custo total de R$ 50.000,00, conforme publicação no Diário Oficial do Estado de Pernambuco em 14/05/2020.

A Prefeitura Municipal de Solânea, no estado da Paraíba fez instalação de lavatórios portáteis em locais públicos para higienização das mãos como medida de combate ao Coronavírus (Covid-19). Os equipamentos foram fabricados e instalados pela “Equipe em AÇÃO”, da Secretaria de Ação Social e Cidadania, e tiveram o custo de R$ 300,00 por unidade conforme foi publicado no site da Prefeitura de Solânea.

O alto custo das pias compradas pela prefeitura de Santa Cruz foi alvo de críticas por parte do ex-vereador e pré-candidato a prefeito, Fernando Aragão (PP) e o prefeito Edson Vieira se defendeu dizendo que o processo de compra foi feito dentro da legalidade e que tem feito o possível para cortar gastos durante o período da pandemia.

A diferença física entre os lavatórios dos dois municípios não é tão grande, a principal diferença é que cada lavatório instalado em Santa Cruz possui um dispenser de papel toalha que custa em média R$ 30,00 e o dispenser de sabonete que custa em média R$ 35,00 e é mais moderno do que os instalados em Solânea, porém cada lavatório instalado em Santa Cruz custou mais de 730% mais caro.

Postar um comentário

0 Comentários