Nelson Teich entrega o cargo de ministro da Saúde após divergências com Bolsonaro


O ministro da Saúde, Nelson Teich, entregou o cargo na manhã desta sexta-feira (15). Ele pediu demissão ao presidente Jair Bolsonaro. É o segundo ministro que deixa a pasta da Saúde em meio à pandemia do coronavírus.

Teich completaria um mês à frente do Ministério da Saúde neste sábado (16). O oncologista Nelson Teich sucedeu Luiz Henrique Mandetta na pasta da Saúde.

Nos últimos dias, as divergências de Bolsonaro e Nelson Teich foram evidenciadas. O presidente defende abertamente o uso da hidroxicloroquina e da cloroquina em pacientes com coronavírus, apesar dos riscos dos medicamentos para pacientes mais graves, enquanto Teich não demonstrava a mesma opinião em entrevistas coletivas.

O presidente Bolsonaro também defende flexibilização do isolamento social. Ainda no cargo, Nelson Teich dizia que não defendia uma “saída brusca” para o isolamento durante o avanço da covid-19 no Brasil.

Veja a nota oficial do Ministério da Saúde

“O ministro da Saúde, Nelson Teich, pediu exoneração nesta manhã. Uma coletiva de imprensa será marcada nesta tarde".
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: