Feira Agroecológica de Surubim recebe apoio da Secretaria de Desenvolvimento Agrário


A Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) segue desenvolvendo ações em apoio às feiras orgânicas de Pernambuco. Nesta quarta-feira (12) foram entregues pela Secretaria 100 galeias (caixas vazadas para transporte de alimentos) à Feira Agroecológica de Surubim, no Agreste Setentrional do Estado. A iniciativa faz parte das ações desenvolvidas no âmbito do Circuito Pernambuco Orgânico, que tem o objetivo de fortalecer a rede de feiras orgânicas do Estado. Além das galeias, foram entregues pela Agroflor as declarações de registro na Organização de Controle Social (OCS) de quatro agricultores da feira: Silvana Santana, Adriano Santana, Joelma Pereira e Ednaldo de Souza. A vinculação a uma OCS permite aos agricultores e agricultoras serem reconhecidos como produtores orgânicos.

Contando com apoio da Prefeitura Municipal, Governo de Pernambuco, Banco do Nordeste e das ONGs Agroflor e Centro Sabiá, a Feira Agroecológica de Surubim possui atualmente um ano de atividades e contempla agricultores das cidades de Bom Jardim, João Alfredo, Cumaru, Vertente do Lério, além de Surubim. “O apoio à agroecologia e às feiras orgânicas é um compromisso do Governo do Estado e da Secretaria de Desenvolvimento Agrário com o fortalecimento da agricultura familiar”, destacou o gerente de Processos Agroecológicos da SDA, Mailson Pedro Rodrigues, que representou o secretário Dilson Peixoto no evento.

De acordo com a prefeita Ana Célia, o fortalecimento dessa cadeia no município e na região é importante diante do cenário que vivemos hoje no País. “Essa feira aqui é uma ação de saúde e com ela estamos dando à população condições de consumir alimentos saudáveis e livres de agrotóxicos”, reforçou, acrescentando que o espaço da feira está garantido por lei municipal aprovada em julho pela Câmara Municipal, e a feira não depende mais da boa vontade de quem estiver à frente da gestão municipal para existir.

“Nossas condições de trabalho melhoraram bastante. Antes a gente sofria muito porque não tínhamos um espaço aberto, não tínhamos estrutura, nem padronização das barracas, por exemplo. Hoje, além do apoio do Governo, da Prefeitura, da Agroflor, Centro Sabiá, Banco do Nordeste e sindicatos (dos trabalhadores rurais); temos acesso a financiamento e divulgação para a população”, comemora Ednaldo de Souza, responsável pela coordenacão da feira.

Circuito Pernambuco Orgânico

Com um ano de existência, o Circuito Pernambuco Orgânico conta atualmente com 120 feiras orgânicas ou agroecológicas cadastradas, 37 a mais que quando foi lançado. O estado possui ainda 1.030 agricultores pernambucanos inscritos no Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos (até dezembro de 2019) e 52 Organizações de Controle Social (OCSs) aptas a emitir o reconhecimento do agricultor pernambucano como produtor orgânico, cinco a mais que no lançamento do programa.

Postar um comentário

0 Comentários