Projeto que visava parcelamento de dívida com o Santa Cruz Prev é reprovado na Câmara de Santa Cruz


O Projeto de Lei 010/2020, enviado pelo prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira, à Câmara de vereadores do município visando autorizar o Poder Executivo Municipal a suspender o pagamento das contribuições previdenciárias, parcela patronal, em favor do SANTACRUZPREV foi reprovado na tarde desta quinta-feira, 27 de agosto pela maioria dos vereadores da casa de leis.

Com o projeto, o prefeito Edson Vieira pretendia regulamentar a suspensão dos repasses da obrigação patronal, referentes aos meses de março, abril, maio e junho de 2020 para o fundo de previdência dos servidores públicos do município e parcelamento do débito em 48 meses para ser pago a partir de 2021 deixando a dívida para o próximo prefeito.

O projeto foi reprovado pelos vereadores em primeira votação, ao receber 9 votos contrários e 7 votos a favor.

Votaram contra: Deomedes Brito, Capilé, Joab Gomes, Carlinhos da Cohab, Toinho do Pará, Júnior Gomes, Marlos da Cohab, Ernesto Maia e Helinho Aragão.

Votaram a favor: Ronaldo Pacas, Nanau, Jessyca Cavalcanti, Pipoca, Irmão Val, Zé Minhoca e Nailson Ramos.

Em grupos de Whatsapp, servidores públicos comemoraram a reprovação do projeto.

Postar um comentário

0 Comentários