Adolescente morre e cinco são hospitalizados após internos atearem fogo em colchões na Funase de Garanhuns


Um adolescente de 16 anos morreu e outros cinco foram hospitalizados na tarde da segunda-feira (21) dentro do Case/Cenip Garanhuns, no Agreste de Pernambuco. O caso ocorreu depois que um grupo de internos ateou fogo nos colchões, em um dos cinco pavilhões da unidade, com o objetivo de provocar um tumulto e viabilizar uma fuga.

Segundo a Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase), agentes socioeducativos conseguiram apagar as chamas com extintores de incêndio, mas a concentração de fumaça dentro dos alojamentos teria causado a morte do adolescente e a necessidade de atendimento médico aos outros socioeducandos.

Quatro adolescentes foram levados ao Hospital Regional Dom Moura por terem inalado fumaça, o quinto socioeducando teve queimaduras. Três deles já receberam alta médica, e um quarto deve ser liberado da unidade de saúde nesta terça-feira (22). O quinto adolescente deve seguir internado.

A Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar estiveram no Case/Cenip Garanhuns para realizar as investigações iniciais. Em nota, a Funase lamentou o ocorrido e afirmou que está prestando toda a assistência para família da vítima. A Corregedoria e as Coordenadorias de Segurança e de Inteligência da instituição estão acompanhando o caso.

Postar um comentário

0 Comentários