Dia Mundial do Coração: atenção aos infartos oculares


No Dia Mundial do Coração, comemorado nesta terça-feira (29), o oftalmologista da Oftalmax, Paulo Saunders, faz um alerta sobre infartos oculares. “Acredita-se que infartos só ocorrem no coração, entretanto podem acometer outros órgãos, como o olho, podendo causar perda parcial ou total da visão. Esses eventos decorrem da interrupção do fluxo sanguíneo para os olhos, principalmente para a retina, que é a parte do olho imprescindível para a formação de imagens e posterior envio das mesmas para o cérebro, sendo repleta de artérias e veias que transportam o sangue necessário para suas funções visuais. Quando há a diminuição ou interrupção do fluxo sanguíneo nessa parte do olho, o paciente tem a visão comprometida e pode até ficar cego”, destaca. Essa complicação ocular não causa dor, sendo o sintoma mais comum a redução na visão, que pode abranger todo o campo visual ou parte dele . “O principal fator de risco nesse caso é o histórico familiar. Se o paciente tem algum parente direto que já sofreu infarto no coração ou visão, o risco é maior. Há também outros fatores como pressão alta, colesterol alto, diabetes e doença coronariana, por exemplo. Por isso reforçamos tanto a importância de fazer acompanhamento médico anual, tanto com o cardiologista, como com o oftalmologista, especialmente se tem predisposição para algumas doenças”, finaliza. Evitar abuso de álcool e cigarro, ter uma alimentação saudável, praticar exercícios físicos regularmente e ter boas noites de sono são algumas das atitudes importantes para prevenção de doenças vasculares.

Postar um comentário

0 Comentários