Justiça nega mais uma ação de Dida de Nan contra Allan Carneiro


A justiça eleitoral negou o pedido liminar na ação movida pelo pré-candidato Dida de Nan (PSDB) contra o pré-candidato Allan Carneiro (PSD). A decisão preliminar foi proferida pelo juiz eleitoral Dr. Moacir Ribeiro da Silva Júnior.

O pré-candidato Dida acusa George Chagas, Valmir Ribeiro, Allan Carneiro e o humorista Son Mão de Fogo pela prática de propaganda eleitoral antecipada negativa num vídeo humorístico intitulado "Central de Atendimento Gente da Gente", divulgado nas redes sociais.

Para o juiz, "a crítica exposta de forma humorística ou irônica, situa-se no âmbito da livre manifestação do pensamento e em conformidade com o art. 5°, IV da Constituição Federal. O fato é que pretensos candidatos devem aceitar o fato de serem pessoas públicas passíveis de críticas. A crítica ( ainda que ácida, irônica ou humorística) não configura propaganda eleitoral antecipada."

Postar um comentário

0 Comentários