Magalu

Cuidados e bons hábitos podem evitar a perda auditiva


Na próxima terça-feira, 10/11, será celebrado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez, data que tem como objetivo conscientizar a população sobre os cuidados com a saúde auditiva. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a surdez já atinge 500 milhões de pessoas no mundo; e até 2050, a estimativa é acometer 1 bilhão. No Brasil, são 5,8 milhões de brasileiros acometidos pela perda auditiva.

As doenças auditivas podem ocorrer em decorrência de fatores genéticos, envelhecimento, traumas e, também, por maus hábitos, como som alto em excesso. Apesar de poucos casos registrados, a Covid-19 afetou a perda auditiva temporária ou definitiva de alguns pacientes.

Para o coordenador da Comissão de Residência Médica da Universidade Santo Amaro (Unisa), Osmar Person, alertar a população sobre a prevenção da surdez é muito importante. “Um descuido durante a higienização dos ouvidos pode até mesmo perfurar o tímpano”, alerta o especialista. Em casos de sintomas como zumbidos, dificuldade para ouvir ou até mesmo necessidade de aumentar o volume do rádio ou da televisão é recomendado buscar a orientação de um otorrino que poderá avaliar e indicar o tratamento mais adequado.

Postar um comentário

0 Comentários