Magalu

Como a ansiedade pode afetar pessoas em tratamento neurológico

Psicólogo fala sobre o tema e como ele pode afetar os pacientes.


Manifestações de ansiedade são consideradas normais, porém, quando essas manifestações passam a ser constantes, elas podem afetar drasticamente o nosso dia a dia. De acordo com o psicólogo do Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE), Edson Felício (CRP08/25741), pessoas em tratamento neurológico devem redobrar seus cuidados com o transtorno de ansiedade, para que ele não prejudique todo o processo de evolução do paciente.

Nestes casos, o recomendado é que o paciente comunique imediatamente o responsável pelo tratamento para que sejam analisadas as variáveis do que pode estar causando a ansiedade e, se necessário, seja encaminhado para tratamento especializado com psicólogos e psiquiatras. “É natural ficar ansioso, ainda mais quando estamos em tratamento, queremos ver resultados. Entretanto, quando essa ansiedade está descontrolada, ela pode impedir o paciente de realizar todo o processo e nesse caso ele precisará de acompanhamento especializado”, avalia o psicólogo. 

Edson alerta ainda que algumas condições neurológicas que incluem a ansiedade como uma manifestação sintomática. “Em casos de neoplasias, disfunção vestibular, encefalite, transtornos convulsivos ansiedade é um dos sintomas, por isso eu reforço que é importante ficar de olho e bom consultar um especialista para descartar outros problemas”, finaliza.

Sobre o Centro de Excelência em Recuperação Neurológica (CERNE)

Fundado no ano de 2016 por Canrobert Krueger, Mariana de Carvalho Krueger e Syomara Szmidziuk, a clínica é referência no atendimento a pacientes com danos neurológicos. O CERNE possui equipe especializada em diversas áreas, como: Fisioterapia, Fonoaudiologia, Musicoterapia, Neuromodulação e Terapia Ocupacional. O diferencial da clínica está nos métodos de tratamento avançados, como Theratogs, PediaSuit, Bobath, Terapia da Mão, Integração Sensorial, Contensão Induzida, ABA, DENVER, além da chegada do primeiro tratamento através da Neuromodulação ao sul do país. Para mais informações, acesse o site www.cerne.net.br ou as redes sociais Facebook https://www.facebook.com/cerneoficial e Instagram https://www.instagram.com/cerne.oficial/

Postar um comentário

0 Comentários