Magalu

Poema: Vem conhecer meu Nordeste


Se ainda não conheceu
Vem conhecer meu Nordeste
Lugar de um povo valente
Lugar de “cabra da peste”
De uma gente arretada
Que topa qualquer parada
Enfrenta e passa no teste

Do cariri ao agreste
Meu Nordeste tem beleza
Porque foi abençoado
Pela mão da natureza
Vivendo da agricultura
Nosso povo tem cultura
Nossa terra tem riqueza

Tem sabor na nossa mesa
O cuscuz, a panelada
Tem a buchada de bode
A carne de sol assada
O vatapá, a paçoca
Acarajé, tapioca
Baião de dois e peixada

Tem poesia rimada
Nos versos dos repentistas
Versos criados na hora
Por estes grandes artistas
Tem vaqueiros bons, de fato
Nas pegas de boi no mato
E corridas de boi na pista

Lugar de um povo altruísta
Lugar de um povo valente
Berço de grandes artistas
Também de um povo carente,
Vem pras terras nordestinas?
Conheça as festas juninas
E dance o forró da gente

Uma linguagem independente
No nosso Nordeste tem
Nosso povo é arretado
Não abre nem para um trem
Por isso eu digo a tu
Arruma aí um bigu
E vem pro Nordeste também

Aqui você passa bem
Consegue desopilar
Come um cuscuz temperado
Depois para completar
Carne de sol com batata
Depois calça a alpercata
E vai pro forró dançar

Uma coisa eu vou confessar
Eu falo desde menino
Ter nascido no Nordeste
Foi muito bom, foi divino
E digo a vocês, meu povo
Se eu fosse nascer de novo
Queria ser nordestino.

Autor: Almir das Neves Araujo

Postar um comentário

0 Comentários