Magalu

Conheça três dicas para aproveitar a provável volta do auxílio emergencial

Professor dos cursos de gestão financeira do UniFavip, Ricardo Galvão traz sugestões para aproveitar muito mais o benefício, melhorando seu rendimento.


Nos próximos dias deveremos ter a volta do auxílio emergencial – provavelmente com outro nome – para beneficiar milhões de brasileiros em meio à pandemia. Após ter sido aprovado no Senado, resta agora a aprovação da Câmara dos Deputados para que o benefício entre em vigor. De acordo com informações de senadores que apoiam a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial 186/2019, os pagamentos deverão começar ainda este mês, a partir do dia 18.

O valor deverá ser, em geral, R$ 250, mas com um montante maior para famílias compostas apenas por mulheres e filhos, que receberão R$ 375. Diante disso, o professor dos cursos de gestão financeira do UniFavip e doutor em finanças, Ricardo Galvão, levantou três dicas de como aproveitar muito mais os reais recebidos, para usufruir bem e com melhor rendimento as novas parcelas do auxílio emergencial.

Fique com o dinheiro o máximo que puder

Imagine que você acabou de receber os R$ 250,00 do auxílio... Se gastar tudo no mesmo dia, saiba que você não passou nenhuma noite sequer com o dinheiro. Espere uma semana para gastar e terá dinheiro por uma semana. Se esperar um mês, passará um mês inteiro podendo escolher o que comprar ou como gastar. Então a primeira dica para aproveitar ao máximo o novo auxílio é passar um tempo antes de gastar. Desta forma, terá a excelente sensação de poder comprar.

Multiplique

Aqui vai a máxima que a natureza nos ensina: plante, cuide e colherá sempre. Escolha gastar com produtos que te trarão mais dinheiro no futuro. Que tal comprar alguma mercadoria para revender? Outra sugestão é comprar ingredientes e produzir alimentos ou até comprar matéria-prima e produzir algo para comercializar. Se seguir esta sugestão, terá “pequenos auxílios emergenciais” na forma de lucros enquanto estiver produzindo.

Há um segredo na hora de gastar…

Esta dica serve não somente para o auxílio, mas também para qualquer outra situação envolvendo gastar dinheiro. Imagine duas refeições com o mesmo valor, sendo a primeira do seu prato preferido e a segunda de algo que você simplesmente não consegue comer de tão ruim. Em ambas, o gasto foi o mesmo, mas o benefício da primeira não se compara ao da segunda. Saiba que há produtos que te trazem muito mais satisfação por cada real gasto e cabe a você decidir quais são, então comece agora a pensar o que te deixa mais contente ou contente por mais tempo.

Para você, vale mais uma refeição fora ou filme no cinema? Será que é melhor viajar ou trocar de smartphone?

Com essas três dicas, é possível escolher de forma mais assertiva como gastar e aproveitará muito mais qualquer recurso que vier a receber.

Postar um comentário

0 Comentários