Conheça 12 alimentos e plantas caseiras que são prejudiciais aos pets

Por Rodrigo do Posso*


Você sabia que se o seu cachorro comer cebola ele pode desenvolver anemia? Ou que a uva pode provocar insuficiência renal em seu cão? E que o lírio, uma das mais belas plantas ornamentais, se ingerido pelo seu pet, pode provocar problemas graves de saúde para ele?

Muitas vezes as pessoas sequer sabem que algumas plantas ou determinados alimentos podem representar um risco grave para a saúde de seus pets. E é preciso ficar de olho para evitar o pior e estar atento ao menor sinal de que algo não está bem com os animais de estimação.

Sempre que você perceber algo errado como vômitos, letargia, dificuldade de locomoção ou diarreias, entre outros sintomas, não pense duas vezes. Procure auxílio de um profissional, já que em algumas situações a demora em levar o animal de estimação para o atendimento pode ser fatal.

Nem sempre os tutores entendem a importância de deixar as plantas e alimentos fora do alcance dos dos pets como forma de evitar problemas graves. E muitas vezes, nem mesmo o responsável pelo animal consegue identificar o que causou os sintomas, já que o pet pode ter ingerido o alimento ou a planta, sem que ele tenha visto. Devido a isso, uma consulta é fundamental, segundo explica a veterinária Thaís Gimenes, minha colega na Petland Lapa.

No exame físico, o veterinário identifica os sinais vitais e possíveis alterações dos mesmos, avaliando desta forma qual a intervenção necessária para auxiliar aquele paciente específico. Muitas vezes, exames laboratoriais são necessários para auxiliar no diagnóstico e instituição do tratamento.

A meu pedido, Thaís, especialista em endocrinologia veterinária, elaborou uma lista de seis plantas e seisalimentos que podem colocar em risco os pets. Confira abaixo a lista e os efeitos que cada uma pode causar e redobre a atenção para que seu pet continue vivendo bem e fora de riscos.

Alimentos

  • Chocolate: o produto possui uma substância chamada teobromina, que pode causar problemas gastrointestinais graves nos animais;
  • Cebola: o tubérculo tem um composto denominado tiosulfato que, se consumido por cães, pode levá-los a desenvolver anemia;
  • Uva: é um dos alimentos mais perigosos para cães e gatos, já que pode provocar vômitos, diarreia e até insuficiência renal;
  • Café: a cafeína pode provocar taquicardia ao estimular o sistema nervoso central dos pets;
  • Macadâmias: cães e gatos podem apresentar quadros de depressão, fraqueza, vômitos, tremores, aumento da temperatura corporal (hipertemia) e queda dos membros traseiros.
  • Carambola: possui níveis elevados de ácido oxálico insolúvel, podendo prejudicar os rins dos pets.

Plantas

  • Antúrio: ela possui oxalato de cálcio, que pode causar vômito, diarreia, asfixia, salivação e edema de glote quando ingerida;
  • Azaleia: o belíssimo arbusto pode ser fatal, já que possui substâncias que podem causar problemas cardíacos, digestivos e levar a convulsões;
  • Babosa: sua seiva pode provocar irritação nas mucosas e pele dos pets. Pode causar ainda desde mudança na coloração da urina até vômito, anorexia, tremor e diarreia
  • Comigo-ninguém-pode: contém oxalato de cálcio. Os animais que ingerem podem apresentar irritação oral e ocular, dificuldade na respiração, alterações neurológicas e até alterações renais:
  • Espada-de-São-Jorge: possui substâncias tóxicas que podem levar à salivação excessiva, dificuldade de movimentação e irritação de mucosas;
  • Lírio: todas as partes dessa planta são prejudiciais aos animais e podem causar de irritação oral e nos olhos, passando por dificuldade de respiração e deglutição até alteração renal e neurológica.

A comunidade acadêmica já descobriu que plantas e alimentos podem causar problemas nos pets. Estudos vêm sendo apresentados no mundo inteiro. No Brasil, dois deles merecem destaque, um é da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da USP, e outro, do setor de Ciências Agrárias da UFPR (Universidade Federal do Paraná).

(*) Rodrigo do Posso, é médico veterinário da Petland Lapa, em São Paulo/SP.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: