Redução do prazo para pagamento de imposto preocupa empreendedores do Polo de Confecções


Empreendedores do polo de confecções do agreste pernambucano ouvidos pela CDL Santa Cruz do Capibaribe se mostraram bastante preocupados com a publicação pelo governo de Pernambuco do decreto nº 47.850 de 28/08/2019. O documento reduz o prazo para pagamento do ICMS antecipado relativo à entrada de mercadoria procedente de outros estados.

Para o presidente da CDL Santa Cruz, Bruno Bezerra, não é justo o Governo de Pernambuco adotar uma medida para aliviar o fluxo de caixa do Estado e sacrificar o fluxo de caixa das empresas.

“Estamos vivendo uma grave crise econômica nacional, a diminuição do prazo para pagamento do ICMS das empresas que compram fora de Pernambuco cria um ambiente de negócio ainda mais desfavorável, não por acaso, Pernambuco é hoje o estado que tem a terceira maior taxa de desemprego do Brasil, segundo IBGE. O governo não pode esquecer uma lição básica: quem precisa dos ovos não pode matar a galinha. O decreto é irracional e insustentável do ponto de vista do desenvolvimento econômico, tem como efeito prático o fechamento de empresas e o aumento da informalidade e do desemprego. Espero que o governador reveja essa questão”, explicou.
Anterior
Próxima

Blogueiro, editor do blog Merece Destaque, apaixonado por comunicação e por fotografia, Almir Neves gosta de inovar e aceitar novos desafios.

0 Comentários: