Magalu

Alerta para o Carnaval! Combinação bebida alcoólica e remédio pode causar problemas

Farmacêutica da Faculdade Pernambucana de Saúde destaca os riscos da automedicação durante a folia.


São muitos os brincantes do Carnaval, época para extravasar e a frase "beber com moderação" fica bem distante de ser obedecida. São dias seguidos de festa e muito consumo de bebidas alcoólicas, sendo necessário alguns alertas pois, junto ao excesso do álcool, vem os riscos da automedicação para “curar” os males por ele ocasionado e de forma imediata. Há um uso aumentado de analgésicos, antiácidos para curar a ressaca, além da associação com os energéticos, que são os escolhidos para aguentar os dias da folia.

A coordenadora do curso de Farmácia na Faculdade Pernambucana de Saúde (FPS), Flávia Morais, faz um alerta para os cuidados com a saúde no Carnaval, visto que essa associação álcool e medicamentos deve ser evitada. "Praticamente tudo que ingerimos passa pelo fígado. O uso de medicamentos associados às bebidas alcoólicas vai gerar uma sobrecarga ao órgão, motivo pelo qual a alimentação também deve ser leve”.

"Uma grande preocupação se tem com os anti-inflamatórios, que já irritam a mucosa gástrica e associado ao álcool, essa irritação é potencializada, podendo chegar a causar uma hemorragia gastrointestinal", acrescentou.

Já no caso das mulheres uma outra preocupação surge. De acordo com a farmacêutica, o uso do anticoncepcional pode ter seu efeito contraceptivo reduzido quando associado às bebidas e aos conhecidos "kits anti-ressaca". “Aproveitando para alertar a importância do uso do preservativo”, destacou.

O uso de energéticos, que na sua maioria tem cafeína e taurina com às bebidas alcoólicas, também é outra grande preocupação, visto que podem ocasionar arritmias cardíacas. Além disso, pode mascarar sinais de embriaguez e aumenta muito o risco de intoxicação pelo álcool.

“Então, o recomendado é não se exceder, fazer a ingestão de vitaminas do complexo B, como as vitaminas B1 e B6, que são hepatoprotetoras (protegem o fígado), uma alimentação rica em frutas, sucos e não se esquecer da hidratação, antes, durante e após a folia”, concluiu a coordenadora da FPS.

Postar um comentário

0 Comentários