Blog Merece Destaque Blog Merece Destaque Author
Title: Comprimidos podem ser partidos?
Author: Blog Merece Destaque
Rating 5 of 5 Des:
Dividir comprimidos ao meio é prática muito comum entre pessoas que passam por tratamento médico. Fora as situações em que a divisão do...

Dividir comprimidos ao meio é prática muito comum entre pessoas que passam por tratamento médico. Fora as situações em que a divisão do comprimido é indicada, quando não há no mercado a dosagem prescrita ou em casos de aumento ou diminuição gradual de dose, esta prática deve ser vista com cautela.

Estudos demonstram que, além de interferir na dosagem correta, que foi prescrita ao paciente, a divisão dos comprimidos pode resultar na perda de qualidade da medicação e comprometer o tratamento.

Em vários estudos foram verificados que a influência da divisão de comprimidos na dosagem de ácido acetilsalicílico (AAS – 500 mg), é muito utilizado nas Unidades Básicas de Saúde como analgésico, antitérmico e antiinflamatório. O interesse pela pesquisa surgiu porque nestas unidades, muitas vezes, a partição de comprimidos de AAS (500mg) é adotada quando falta no estoque o medicamento de 100mg.

Os comprimidos de AAS foram partidos ao meio e as metades pesadas. As análises das pesquisas deram como resultados (uniformidade dos comprimidos inteiros e partidos), que há diferenças no peso das metades, devido à perda de partes do medicamento durante a divisão do comprimido. Os estudos fornecem evidências de que, quando o AAS é partido, na maioria das vezes se quebra ou esfarela. Fica difícil saber se o paciente irá receber a dose correta desta medicação.

Portanto, de acordo com diversas pesquisas, a dosagem da medicação pode ser alterada, pois é difícil partir o medicamento exatamente ao meio. Em uma das metades a pessoa irá ingerir dose inferior ou superior à recomendada, resultando em prejuízos ao tratamento médico.

CUIDADOS – Mas, se partir o comprimido ao meio for inevitável, é necessário tomar alguns cuidados, para amenizar a perda de qualidade. Vários fatores externos afetam a qualidade e estabilidade do medicamento, que sofre alterações em contato com a luz, a umidade e variações de temperatura. Comprimidos partidos são mais vulneráveis a tais alterações. É necessário guardar parte desta medicação em lugar seco, arejado, com pouca luminosidade e longe do calor. Por isso, os profissionais da saúde sempre desaconselham guardar remédios no banheiro.

Vale destacar que comprimidos revestidos não devem ser partidos em hipótese alguma. Eles são produzidos para liberação do princípio ativo por tempo prolongado, de maneira controlada. A medicação é absorvida pouco a pouco pelo organismo.

Saiba mais sobre o uso correto de comprimidos .
• Comprimidos partidos ao meio podem apresentar redução de dosagem e causar prejuízos ao tratamento.
• A forma de armazenamento das metades também pode comprometer a estabilidade do medicamento.
• Comprimidos revestidos, com formulação de liberação prolongada, não podem ser partidos. Eles são produzidos com tecnologia específica para liberação do princípio ativo de maneira gradativa no organismo.
• O prazo de validade dos medicamentos corresponde ao produto lacrado, na embalagem original. Mas fora destas condições a medicação tem a validade alterada.

Anuncie Aqui

Postar um comentário

Ao enviar um comentário, aguarde até que nossa equipe o analise e o publique. Isso é necessário para evitarmos que comentários impróprios sejam mostrados. Comentários com agressões, palavrões ou qualquer tipo de ofensas não são aceitos.

Traduzir / Translate

 
Topo