Concurso Público da PC












Governo realiza neste domingo (29), em João Pessoa e Campina Grande, a aplicação das provas do concurso da Polícia Civil
Estão sendo oferecidas 1.162 vagas, sendo 909 para nível superior e 253 para nível médio. Os salários variam de R$ 1.231,20 (motorista) a R$ 4.822,54 (delegado de polícia). As provas para o nível superior terão duração de 5 horas e vão ser aplicadas a partir das 8 horas. Já as provas para os cargos de nível médio terão a mesma duração de 5 horas e ocorrerão a partir das 15 horas do dia 29.

Os locais e horários das provas objetivas foram publicados no Diário Oficial, edição de quinta-feira (19), e no portal de notícias do Governo do Estado www.paraiba.pb.gov.br, além do site www.cespe.unb.br. O Concurso é elaborado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos Universidade de Brasília (CESPE/UnB).

De acordo com o Edital publicado no Diário Oficial do Estado, as provas serão realizadas em cinquenta e sete endereços. Na capital os candidatos farão as provas no Liceu Paraibano, Sesquicentenário, Olivina Olívia, Instituto de Educação da Paraíba, Escola Estadual Professor Luiz Gonzaga Burity, Escola Estadual Professora Maria Geny, UNIPÊ, e Colégio GEO. Em Campina Grande o concurso será realizado nas escolas estaduais Argemiro Figueiredo, Monte Carmelo, Raul Córdula, Elpídio de Almeida, e Anésio Leão.

O Concurso Público, no âmbito da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social do Estado da Paraíba, oferece vagas para o Nível Superior nos Cargos Efetivos de Delegado de Polícia, Perito Oficial Criminal, Perito Oficial Médico-Legal, Perito Oficial Odonto-Legal e Perito Oficial Químico Legal Agente de Investigação e Escrivão de Policia com 909 vagas e Nível Médio para os Cargos Efetivos de Papiloscopista, Técnico em Perícia, Necrotomista e Motorista Policial com 253, totalizando 1.162 vagas.

Cargos e Vagas Nível Superior: Delegado de Polícia - 33 vagas, Perito Oficial Criminal - 35 vagas, Perito Oficial Químico Legal - 16 vagas, Perito Oficial Médico-Legal - 26 vagas, Perito Oficial Odonto-Legal - 16 vagas, Agente de Investigação - 569 vagas, Escrivão de Polícia - 214 vagas. Nível Médio: Papiloscopista - 05 vagas, Técnico em Perícia - 24 vagas, Necrotomista - 24 vagas, Motorista Policial - 200 vagas

Remuneração Nível Superior: Delegado de Polícia - R$ 4.822,54 - Perito Oficial Criminal - R$ 3.839,64 - Perito Oficial Químico Legal - R$ 3.839,64 - Perito Oficial Médico-Legal - R$ 3.839,64 - Perito Oficial Odonto-Legal - R$ 3.839,64 - Agente de Investigação - R$ 1.585.86 - Escrivão de Polícia - R$ 1.585.86. Nível Médio: Papiloscopista - R$ 1.355.75 - Técnico em Perícia - R$ 1.355.75 - Necrotomista - R$ 1.355.75 - Motorista Policial - R$ 1.231,20.

Concorrência

O cargo mais concorrido no concurso da Polícia Civil é o de Delegado de Polícia, em João Pessoa, com 192,43 candidatos disputando uma das sete vagas oferecidas. Já o cargo com o maior número de candidatos inscritos é o de Agente de Investigação, em João Pessoa: 1.629, mas como dispõe de 116 vagas, a concorrência é de 14,04 candidatos. Em todo Estado o cargo mais procurado foi o de agente de investigação, num total de 4.888 candidatos inscritos nos diversos municípios onde estão distribuídas as 569 vagas.

Alerta aos candidatos

O CESPE/UnB comunica que será eliminado do concurso o candidato que, durante a realização das provas, for surpreendido portando aparelhos eletrônicos, tais como bip, telefone ceular, walkman, agenda eletrônica, notebook, gravador, receptor, máquina de calcular, máquina fotográfica, controle de alarme de carro, etc, bem como relógio de qualquer espécie, óculos escuros ou quaisquer acessórios de chapelaria, tais como chapéu, boné, gorro, etc. e, ainda, lápis, lapiseira/grafite, e/ou borracha. O candidato deve chegar ao local das provas com antecedência.

fonte:Secom/PB

Descaso em Santa Cruz do Capibaribe

Descaso em Santa Cruz do Capibaribe

Os moradores da rua José Roberto Ramos no bairro Dona Lica II, em Santa Cruz do Capibaribe estão reclamando, e com justíssima razão, a falta de saneamento básico na citada rua. No local as pessoas vivem em meio ao esgoto que corre a céu aberto e fossas vertendo e derramando degetos no meio da rua.

A secretaria de infra estrutura já foi procurada pelos moradores, mas não estipulou nenhum prazo para que o problema fosse resolvido.

No local corre muita água suja e degetos provenientes das fossas que estão quase todas cheias. Isto contribui para a proliferação de insetos como moscas, baratas muriçocas e outros.

É lamentável ver as crianças brincarem em meio a tudo isso, resta esperar que providências sejam tomadas por parte da prefeitura municipal- secretaria de infra estrutura.

Este nome de rua é baseado em informações, já que não há placa com o nome da rua no local, isto é mais uma reclamação por parte dos moradores que nem o nome da rua sabem ao certo.

Universidade Aberta












UFPB Virtual vai abrir inscrições para Processo Seletivo, na modalidade de Educação a Distância.

A Universidade Federal da Paraíba - UFPB, por meio da Comissão Permanente do Concurso Vestibular – Coperve, já divulgou o edital do Processo Seletivo - 2009, para ingresso nos cursos de graduação da UFPB, no âmbito do Sistema Universidade Aberta do Brasil – UAB, na modalidade de Educação a Distância, regulamentado pelas Resoluções Nº 26/2007 e Nº 31/2008, do Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão.

As inscrições serão realizadas na Coperve, exclusivamente pela Internet, no período de 13 a 22 de abril de 2009 no seguinte endereço www.coperve.ufpb.br.

No vestibular, 50% das vagas são destinadas a professores da rede pública (em que os candidatos precisam comprovar o vínculo com a rede pública de ensino) e 50% para demanda social, destinadas a qualquer candidato que tenha concluído o ensino médio ou equivalente. A classificação para cada grupo depende da média obtida pelo candidato.

As vagas oferecidas serão distribuídas para os seguintes cursos: Licenciatura em Letras - Habilitação em Língua Portuguesa, Licenciatura em Matemática, Licenciatura em Pedagogia - Habilitação em Educação Infantil, Licenciatura em Ciências Biológicas, Licenciatura em Ciências Naturais, Licenciatura em Ciências Agrárias, cuja distribuição de vagas pode ser consultada pela Internet no endereço.

As aulas do primeiro grupo começarão em Agosto de 2009 e as do segundo grupo em Março de 2010. O interessado que não tiver acesso a Internet poderá fazer a inscrição utilizando o computador do Pólo de Apoio Presencial de seu município. A orientação deverá ser dada pelo Coordenador do Pólo.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 30,00. Outras informações pelo telefone (83) 3216 7257 ou via internet na página http://www.virtual.ufpb.br.

fonte:UFPB

Cerimonial expulsa "moscas de velório" do adeus a Clodovil


Do UOL Notícias
Em São Paulo

Pelo menos três pessoas que costumam frequentar cerimônias do gênero para aparecer nos veículos de comunicação, também conhecidas como "moscas de velório", foram expulsas do velório do estilista, apresentador de TV e deputado federal Clodovil Hernandes (PR-SP), 71, na Assembleia Legislativa de São Paulo.

OS PENETRAS DE VELÓRIO

De óculos e camisa cinza ao fundo, Agnaldo carregou o caixão

Fágner beijou e tocou o corpo de Clodovil diante das câmeras

O pastor Orlando Torres cantou como fez no velório de Golias
Agnaldo Xavier, que diz ter sido vereador em Santa Cruz do Capibaribe, chegou a ficar duas horas do lado do caixão. Ele chegou às 11h à Assembleia e ajudou a carregar o caixão até o local.

"Já me ligaram uns 14 amigos que me viram na televisão. Vim mesmo pra aparecer", diz. De óculos escuros, bem do lado do caixão, Xavier parecia estar chorando em alguns momentos, mas, em outros, atendia o celular e dava uma risadinha.

Este foi o primeiro velório de famoso frequentado por Xavier, pois coincidiu com sua vinda a São Paulo para comprar tecidos para sua confecção em Pernambuco.

Fagner Apolinário da Silva foi outro expulso do velório. Ele veio de Itaquaquecetuba para assistir o velório e chegou a tirar fotos com o celular "para colocar no Orkut". Mais experiente que Xavier, Silva disse ter feito mesma coisa no velório de Eloá Pimentel, a adolescente morta pelo ex-namorado em Santo André, no final de 2008.

Xavier diz ser desempregado e às vezes vender amendoim no trem. Ele foi expulso do velório pela Polícia Militar, mas disse que iria voltar. "O Clodovil era um idealista, não desistia de suas ideias. Eu também vou continuar por aqui", disse.

Apenas familiares e conhecidos podem permanecer ao lado do caixão de Clodovil. O público entra em fila e sai em seguida. Não é permitido tirar fotos.

Orlando Torres, pastor da igreja Assembléia de Deus, também foi expulso do local, mas por outro motivo: insistir em cantar, bem alto, "Glória, Glória, Aleluia".

Gato pede esmola com cartaz: 'preciso de dinheiro para comprar peixe'












Gato pede esmola em uma cidade da Belarus. Animal permanece no local com um cartaz, que diz: 'preciso de dinheiro para comprar peixe'. Felino não abandona seu lugar e protege o dinheiro apenas com o olhar. A proprietária do gato fica nas proximidades.

Segundo o site 'englishrussia.com', a mulher disse que tinha salvo o gato, mas, como já contava com outros animais de estimação, não poderia alimentar todos eles. Por isso, ela decidiu levá-lo junto para pedir esmola na cidade.

Torcida Legal












Clube dos 13 fará reunião na terça-feira (17), para analisar cadastramento de torcedor da primeira e segunda divisão do futgebol brasileiro
O Clube dos 13 anunciou nesta sexta que fará uma reunião na próxima terça-feira, dia 17, para ouvir os 20 clubes filiados da primeira e segunda divisões do futebol brasileiro a respeito do projeto “Torcida Legal”, lançado nesta sexta-feira, no Palácio do Planalto. A entidade só vai se pronunciar após este encontro.

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, e o ministro dos Esportes, Orlando Silva, estiveram presentes ao lançamento do projeto. Segundo Orlando Silva, a inspiração veio de um modelo usado na Inglaterra.

- Os clubes ingleses são responsáveis pelos cadastramentos de seus torcedores – disse o ministro ao 'Jornal Nacional'.

O Governo quer que o cadastramento comece no segundo semestre deste ano e que o cartão passe a ser obrigatório no Campeonato Brasileiro de 2010 nas séries A e B. Porém, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) é contra este cadastramento.

- A Segurança Pública pode exigir, e é dever do Estado que se apresente a carteira de identidade, nacional e conhecida de todos. Exigir mais um documento me parece um exagero, e pode ser discutida a sua legalidade – disse Cezar Britto, presidente da OAB.

O ministro Orlando Silva alega que houve uma análise jurídica do projeto e se diz convencido de que a medida vai valorizar a segurança e o conforto do torcedor.

Entenda o projeto

Pelo "Torcida Legal", para ir a um jogo, será preciso ter um cartão com nome, CPF, foto e impressão digital. O documento servirá também como ingresso, e o preço da entrada será carregado no cartão. Na hora de entrar no estádio, a catraca fará a leitura do valor depositado. O Governo arcará com todos os custos, mas se o torcedor precisar de uma segunda via terá que pagar. Quem não tirar o documento com antecedência poderá fazer nos estádio, no dia da partida.

fonte:Globo esporte

Concursos públicos












Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) abre inscrições para vários concursos na próxima segunda-feira (16)

A UFCG dará início na próxima semana às inscrições de quatro concursos públicos com o objetivo de selecionar 21 professores efetivos para atuação nos campi Campina Grande e Sousa. Cinco das vagas são para a Unidade Acadêmica de Medicina do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), em Campina Grande, sendo uma para cada área: Sociologia da Saúde; Psicossomática; Psicologia Hospitalar, Enfermagem – Saúde do Adulto e Idoso, e Enfermagem Ginecológica.

As inscrições começam na próxima segunda-feira, 16, e as vagas são para as classes de professor Auxiliar Padrão II (com graduação ou especialização) e Adjunto Padrão I (com doutorado), em regime de trabalho de 20 horas semanais.

Os nomeados e empossados exercerão a docência em Campina Grande e assumem o compromisso de fixar residência em na cidade.

As inscrições prosseguem até o próximo dia 15 de abril, das 8h às 12h e das 14h às 17h, na Secretaria da Unidade Acadêmica de Medicina, no CCBS, localizado na Avenida Juvêncio Arruda 795, Bodocongó, em Campina Grande, PB.

Outras informações podem ser obtidas pelos fones (83) 3310.1233 ou 3310.1334.

Engenharia Elétrica

Na Unidade Acadêmica de Engenharia Elétrica, em Campina Grande, são oferecidas quatro vagas para professor Adjunto (com doutorado), com salário inicial de R$ 6.497,15 e regime de trabalho de dedicação exclusiva.

As áreas de conhecimento são: Alta Tensão, Controle e Automação, Eletromagnetismo e Processamento de Sinais. A titulação mínima exigida é a graduação em Engenharia Elétrica (ou outras denominações adotadas pelo INEP/MEC) e doutorado em Engenharia Elétrica (ou outras denominações de acordo com a Área de Engenharias IV da Capes/MEC).

As inscrições prosseguem até o dia 14 de abril. Caso não haja candidatos inscritos ou inscrições homologadas para a classe de professor Adjunto até este dia, novas inscrições serão automaticamente abertas, de 20 a 24 de abril, para a classe de professor Assistente (com mestrado). A remuneração, neste caso, é de R$ 3.997,08.

As inscrições serão realizadas na Secretaria do Departamento de Engenharia Elétrica, Bloco CG do campus Campina Grande. Veja aqui o edital.

Sociologia e Antropologia

Três vagas estão sendo abertas na Unidade Acadêmica de Sociologia e Antropologia do Centro de Humanidades. Todas são para a classe de professor Adjunto, Nível I, com salário de R$ 6.722,85 e regime de trabalho de 40 horas semanais (T40), com dedicação exclusiva.

Uma vaga é para a área de Lógica. As inscrições começam na segunda, 16, terminando no dia 15 de abril. Já para a área de Antropologia são duas as vagas, com as inscrições começando na terça, 17, e terminando também no dia 15.

As inscrições devem ser realizadas das 8h às 12h e das 14 às 17h, na Secretaria da Unidade Acadêmica de Sociologia e Antropologia, Bloco BA, Hall das Placas do CH, Sala 306, no campus Campina Grande.

Outras informações pelo fone (83) 3310.1211.

Ciências Contábeis

Na Unidade Acadêmica de Ciências Contábeis (UACC) do Centro de Ciências Jurídicas e Sociais (CCJS), campus Sousa, estão sendo oferecidas nove vagas, sendo quatro para o curso de Administração e cinco para o curso de Serviço Social.

Para a classe de professor Assistente (com mestrado), as vagas são para as disciplinas Administração da Produção, Matemática e Estatística e Serviço Social (regime de trabalho T-40 com dedicação exclusiva, com salário de R$ 3.997,08); e Serviço Social, História, Psicologia e Filosofia (regime de trabalho T-20, com salário de R$ 1.477,77).

Para a classe de professor Auxiliar (também com mestrado), as vagas são Economia e Psicologia Organizacional (regime de trabalho T-20, com salário de R$ 1.477,77).

As inscrições prosseguem até o dia 3 de abril na secretaria da Coordenação Administrativa da UACC, no campus Sousa, localizado na rua Sinfrônio Nazaré, 38, Centro, Sousa, PB. O fone para contato é o (83) 3521.3200 ou 3521.3233.

Veja os editais CCJS 03 e CCJS 04.

fonte: vitrine do Cariri

Governo toinho do Pará entrega veículos para servir à população


Nesta Quinta-feira 12 de Março, o prefeito da cidade de Santa Cruz do Capibaribe no Agreste de Pernambuco, Antonio Figueroa ‘Toinho do Pará’ fez a entrega de cinco veículos para a população. Duas Ambulâncias, um Rabecão (carro funerário), um Fiat Uno para a comunidade do bairro do Santo Agostinho, e um Fiat Pálio para a secretaria de Desenvolvimento Social. Em um dia de muita festa, para homenagear as mulheres do município, Toinho fez quatro eventos com, Ação Social (corte de cabelos, exames médico e odontológico, distribuição de cestas básicas, emissão de documento etc.) apresentação de esportes, entretenimento cultura e lazer para as mulheres, o perfeito foi muito aplaudido e abraçado pelas mulheres que agradeceram pela homenagem. Em menos de três meses de administração Toinho já mostra a cara de seu governo ‘Construindo e Cuidando das Pessoas’. Uma ambulância foi entregue a população da Vila de Poço Fundo, distrito de Santa Cruz, a outra ficará a disposição do Hospital Municipal.

fonte: blog Patrulha do Agreste

Muito cuidado!


Progesterex (Droga do estupro e esterilidade irreversível)

Para que as baladeiras de plantão fiquem atentas

Rivotril é fichinha perto desse...

A QUE PONTO CHEGAMOS ...
ESTÁ NA MODA A DROGA DO ESTUPRO
Advertência sobre uma nova droga que está na moda!!!!!
Homens, passem isto às suas amigas, namoradas, filhas e mulheres.
Pais, alertem os seus filhos e filhas!
As pessoas que costumam freqüentar discotecas ou lugares semelhantes, devem ter muito cuidado e ficar alerta quando alguém oferecer-lhes uma bebida.
Há uma nova droga que está na moda e que se chama 'Progesterex' . Esta droga está sendo utilizada por violadores em festas para abusar das suas vítimas. Já existem vários relatos envolvendo essa droga, principalmente com garotas, que no dia seguinte se lembram só de terem entrado na boate e depois disso mais nada.
Como o caso de uma jovem que foi a um bar com as amigas e depois de ter tomado uma bebida no copo errado sumiu sem avisar, e no outro dia amanheceu em um quarto de motel totalmente nua, entre quatro homens desconhecidos.
Apavorada e sem conseguir se mover (pois como a droga inibe o sistema nervoso central ela provoca a paralisia parcial nas pernas por até 8 horas após o fim da amnésia). Quando teve condições ligou para que seu noivo fosse buscá-la, depois do exame de corpo delito, foi encontrado esperma de oito (8) homens diferentes que mantiverem relação sexual com ela naquela noite enquanto estava desacordada.
Progesterex é utilizada por veterinários para esterilizar animais grandes.
Diz-se que esta droga se usa em conjunto com Rophynol, uma droga que ao ser dissolvida em qualquer bebida, produz amnésia (a vítima não se recorda de nada do que se passou!!!)..
Progesterex, que também se dissolve fácilmente serve para evitar a gravidez .
Desta forma, o violador não tem que se preocupar com testes de paternidade para ser identificado meses depois.
Atenção!! Os efeitos do Progesterex não são temporários. Qualquer mulher que tome isso, JAMAIS, entenda-se bem, JAMAIS PODERÁ TER FILHOS!! Estas pessoas sem escrúpulos conseguem obter este produto muito facilmente em
qualquer Faculdade de Veterinária . Também é utilizada para roubos, a homens ou mulheres, ou mesmo para tirar um órgão humano para tráfico de órgãos! O Progesterex está sendo divulgado em muitos lugares havendo até mesmo sites que ensinam a usá-lo.

Greve de professores



Professores planejam greve nacional para cobrar piso de R$ 950. A data ainda não foi definida.
Os professores planejam uma greve em todo país para reivindicar o cumprimento da lei que estabelece o piso nacional do magistério de R$ 950.

De acordo com o presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), Roberto Leão, a paralisação já está decidida, falta agora definir se ela ocorrerá em abril ou maio. Segundo a entidade, alguns estados e municípios não reajustaram os salários dos docentes em 1° de janeiro, como foi determinado pela legislação.

“Estamos trabalhando na perspectiva de que as nossas entidades façam mobilizações para que os municípios e estados cumpram a lei. É preciso criar uma mobilização nacional para que não caia no esquecimento uma lei que é de tamanha importância para a melhoria da educação brasileira”, afirmou Leão em entrevista à Agência Brasil.

Durante o mês de março, as entidades representativas da categoria vão se reunir nos estados para decidir o melhor período para realização da greve. A partir das discussões, no começo de abril, o Conselho Nacional da CNTE se reunirá para definir a paralisação.

A CNTE planeja ainda para o dia 2 de abril uma manifestação em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir celeridade no julgamento da ação, proposta por governadores de cinco estados, que questiona a constitucionalidade da lei. Em dezembro, o tribunal negou um pedido de liminar que solicitava a suspensão da entrada em vigor da lei, mas ainda não avaliou o mérito da questão.

A lei do piso tramitou por 13 meses no Congresso Nacional e foi sancionada em 16 de julho pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ela determina que, a partir de 2010, nenhum professor da rede pública receba menos de R$ 950 por uma carga-horária de 40 horas semanais.

Até lá, os salários devem ser reajustados progressivamente. O primeiro reajuste deveria ter sido realizado em janeiro de 2009. Os estados argumentam que a lei fere o pacto federativo porque interfere na estrutura do serviço e da carreira pública nos estados e municípios. Além disso, eles alegam que, para muitos, a lei é inviável do ponto de vista orçamentário.

Maranhão esquece aliados


Álvaro Gaudêncio Neto (foto) e Jacinto Dantas ficam fora da equipe de governo de José Maranhão.
Antigos aliados de primeira hora do governador José Maranhão (PMDB) no Cariri Paraibano estão sendo completamente esquecidos na formação da nova equipe de auxiliares do atual Governo do Estado na região.

Nomes como os de Álvaro Gaudêncio Neto e Jacinto Dantas, ambos do PMDB, tidos como certos nas nomeações para ocupar cargos do primeiro escalão do governo Maranhão III, logo após fossem resolvidas às questões judiciais que afastavam o ex-senador do poder Executivo, até agora não foram oficialmente nomeados, e o pior é que pouco se comenta sobre a futura participação dos dois peemedebistas no governo.

Álvaro Gaudêncio Neto é ex-deputado federal e estadual e sempre esteve politicamente ligado a Maranhão, não somente ele, mas também toda a sua família, tradicional na política paraibana e com grande influência no Cariri e no Compartimento da Borborema.

Já Jacinto Dantas foi ex-prefeito de Ouro Velho e deputado estadual nos governos passados de Maranhão. O ex-prefeito sempre foi ligado ao PMDB, desde a época do governo Mariz, de quem, aliás, era afilhado. Dantas é sobrinho de Mabel Mariz, viúva do ex-governador Antônio Mariz.

Nesta terça-feira (3) surgiu o comentário nos bastidores da Assembleia Legislativa de que o prefeito de Campina grande, Veneziano Vital (PMDB), estaria articulando junto ao governador para levar Álvaro para a Assembléia Legislativa.

Entretanto, o caso não é tão fácil de ser resolvido, pois Álvaro é o 3º suplente da Coligação PMDB, PSB, PCdoB e PRB, tendo a sua frente o 2º suplente, Pastor Fausto, que deveria assumir um cargo na estrutura do Estado, para ceder a vaga a Álvaro, caso Maranhão decidisse convocar um dos atuais deputados titulares da bancada governistas para alguma função no primeiro escalão do Executivo, o que é pouco provável.

Mas, os aliados de primeira hora de Maranhão não estão sendo esquecidos apenas no Cariri. Lideranças de todos os recantos do Estado estão promovendo um verdadeiro cerco ao governador recém empossado, pois estão vendo o tempo passar e os seus nomes sendo simplesmente preteridos em relação à “investidas dos mais espertos”.

Um dos mais citados entre esses “injustiçados” é o coronel Francisco de Assis, presidente do Clube dos Oficiais, bravo defensor de Maranhão e um dos maiores críticos do governo Cunha Lima I e II. O coronel Francisco, como é conhecido, já foi candidato a deputado estadual e nas últimas eleições, em 2008, obteve uma votação significativa que lhe rendeu a segunda suplência do PMDB na Câmara Municipal de João Pessoa.

O nome do Coronel Francisco esteve cotado para a Superintendência do DETRAN, mas, repentinamente o ato foi substituído pelo do Coronel Américo Uchoa.

TSE cassa Jackson Lago



TSE cassa mandato do governador do Maranhão, Jackson Lago; Roseana Sarney deve assumir, mas só quando recursos se esgotarem.
O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu em julgamento, por maioria (5 votos a 2), no início da madrugada desta quarta-feira, cassar os diplomas do governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT) e de seu vice, Luiz Carlos Porto. Eleitos em 2006, eles são acusados de cometer irregularidades durante a campanha eleitoral. Ainda cabe recurso no TSE contra a decisão.

No entanto, de acordo com a decisão dos magistrados, Lago e seu vice poderão permanecer no cargo até que se esgotem as possibilidades de recursos no tribunal. Também foi decidido dar posse à segunda colocada na eleição de 2006, senadora Roseana Sarney (PMDB), e ao ex-senador João Alberto (PMDB), vice dela na chapa, mas não antes da análise de eventuais recursos que venham a ser protocolados na Justiça.

Votaram contra a cassação os ministros Marcelo Ribeiro e Arnaldo Versiani. A favor da cassação votaram os ministros Eros Grau, Fernando Gonçalves, Felix Fischer, Ricardo Lewandowski e o presidente da Corte, ministro Carlos Ayres Britto.

Lago foi acusado de compra de votos e abuso de poder econômico nas eleições de 2006.

O governador acompanhou o julgamento por meio de um telão montado em frente ao Palácio dos Leões, sede do governo do Estado. Ele estava acompanhado de integrantes do movimento em defesa de sua permanência no cargo, batizado de Balaiada. E também de correligionários, representantes da sociedade civil, do MST e trabalhadores rurais.

Depois do anúncio do resultado pelo presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, o governador fez um discurso aos que acompanharam com ele os votos dos ministros. De acordo com a assessoria do governo do Maranhão, Jackson Lago disse que a batalha jurídica ainda não acabou e que vai lutar para continuar no cargo, pois ainda cabe recurso.

A ação

A ação foi proposta pela coligação "Maranhão - A Força do Povo", que tinha como candidata a senadora Roseana Sarney (então no DEM), derrotada na disputa eleitoral, que acusou o governador de uma série de irregularidades, como a realização de comícios para doação de cestas básicas, assinatura de convênios para transferência de recursos, distribuição de combustível, reforma e construção de residências na periferia em troca de votos, convênios com entidade fantasma, abuso de poder econômico e uso da Secretaria de Comunicação Social para a captação ilegal de votos. As transferências irregulares somariam, segundo a coligação, R$ 280 milhões a 156 municípios.

O voto do ministro Eros Grau, relator do recurso, foi, no mérito, pela cassação dos diplomas do governador e seu vice, Luiz Carlos Porto. O ministro votou no sentido de dar posse à chapa que ficou em segundo lugar no pleito de 2006, encabeçada por Roseana Sarney (hoje no PMDB).

Em dezembro de 2008, o ministro já havia votado a favor da cassação de Jackson Lago e seu vice, por prática de abuso de poder econômico e captação ilícita de votos.

Mérito

O relator mencionou a prisão de um motorista durante um comício no povoado de Tanque, perto da cidade de Imperatriz, com R$ 17 mil em dinheiro, santinhos, e uma tabela com a preço a ser pago por votos. Ele citou as testemunhas condenadas e afirmou que o fato caracteriza corrupção eleitoral.

O ministro Eros Grau citou o parecer da Procuradoria Geral Eleitoral favorável à cassação de Lago e de seu vice por "desvio de finalidade de convênios firmados com o propósito de fortalecer a candidatura de Jackson Lago, com potencialidade para desequilibrar a disputa eleitoral".

Defesa

Os advogados de defesa de Jackson Lago sustentaram na tribuna do TSE que não havia provas suficientes das acusações. Eles alegaram que houve cerceamento de defesa e que uma das testemunhas ouvidas contra o governador retificou seu depoimento, afirmando que não vendeu seu voto a Jackson Lago, mas os pedidos de produção de provas feitos por eles acabaram sendo rejeitados pelo relator.

A defesa acrescentou que Jackson Lago não é um político profissional, argumentando que ele não dedicou "sua vida inteira à política, mas é um médico que se entregou à atividade política. E, por isso, não tem poder econômico de que poderia usar". "Trata-se de alguém que não detém nenhum feudo ou concessões de rádio, sabendo como nós sabemos que é por esse caminho que o comprometimento da livre decisão popular se pode fazer com mais facilidade", disse um dos advogados, alfinetando a família Sarney, que é dona de emissoras de rádio e de TV no Maranhão.

A acusação relembrou parte da campanha eleitoral de Jackson Lago no município maranhense de Codó, onde houve inauguração de obras públicas. No palanque, disse o advogado de acusação, foi assinado mais um dos 1.800 convênios que marcaram a campanha eleitoral.

O advogado citou ato de campanha eleitoral no município de São José de Ribamar, "onde houve ampla distribuição de cestas básicas", com a presença do então governador, José Reinaldo Tavares, e do candidato Jackson Lago, entre outros. Ele classificou o fato como prenúncio da multiplicação de convênios do governo do Estado como arma eleitoral da campanha. "Foi o anúncio do engajamento da estrutura do governo do Estado na campanha de quem fosse o candidato do governo", afirmou.